Pensar fora da caixa – Um contraponto

“Se somos feitos de caixas, como podemos pensar diferente do que é pensando na caixa?”

Como é sabido popularmente, a expressão “Pensar fora da caixa” tem andado muito em voga. Sendo proferida nos contextos mais diversos, tornou-se jargão no mundo corporativo. Num contexto global, o significado dessa expressão informa que o “livre pensar” pode ser acessado por todos os que desejarem, desde que se disciplinem para isso.

Ao pé da letra, todavia, essa expressão pode assumir outros significados. O pensamento é construído de acordo com os modelos de cultura e educação vigentes em cada comunidade. A família, a escola e a universidade são os exemplos mais banais dos modelos aos quais estamos sistematicamente submetidos.

Logicamente, cada um desses exemplos corresponde a um tipo de caixa. É como se houvesse uma infinidade de caixas (de tamanhos, aspectos e regras distintas,) nas quais são agrupados os pensamentos em formação. Desse modo, cada caixa forma pensamentos de acordo com suas regras.

Assim, pode-se afirmar que, se o pensamento é construído de acordo com condições específicas, ele não pode ser livre! E, uma vez que não há livre pensar, não é possível acessá-lo.

Nesse contexto, a expressão “Pensar fora da caixa” pode ser reformulada, para “pensar fora da PRÓPRIA caixa”. Que, por sua vez, passa a significar “pensar diferente dos que compartilham da mesma caixa”.

Dessa forma, conclui-se que, o exercício a ser feito, seria o de acessar os conhecimentos adquiridos numa caixa (domínio) e aplicá-los noutra. Pois o intercâmbio entre os membros das diversas caixas enriquece os referenciais individuais do ponto de vista do pensamento coletivo.


Ajude-nos a melhorar. Dê-nos feedback!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.