A sociedade contemporânea e a crise comportamental

“Uma reflexão sobre os anos velhos”

Muitas vezes na infância ouvi falar em “no futuro isto…”, “no futuro aquilo…” vai ser diferente. (…) Passaram-se os anos e, esse futuro parece nunca ter chegado para umas coisas. Para outras, sim!

Contudo, assumindo-se que o futuro seja o hoje, diria que os últimos anos foram marcados pela descartabilidade. Um espaço no tempo em que muitas coisas se prenunciaram, nasceram e se passaram de uma forma tão efêmera que nem tiveram tempo de significar algo.

images (1)

A implicação disto para a nossa vida prática é que certas coisas foram descartadas sem que delas tenhamos tirado aprendizados úteis para a humanidade. E isto, em grande parte, tem ocorrido função da quantidade e da velocidade da informação, que tem provocado mudanças tão radicais na dinâmica das relações, que os fenômenos sociais mais corriqueiros parecem estar se tornado cada vez mais carentes de significado.

Como adaptar-se à mudanças tão rápidas num mundo tão barulhento? É preciso ter estrutura psíquica bem constituída. E, esse aspecto, que é fundamental para a construção da personalidade de quem quer que seja é, de um modo geral, desenvolvido no ceio da família, com base no modelo de criação adotado pelos pais. Entretanto, se esse modelo apresenta algum tipo de desconformidade com o “estabelecido”, pode apresentar efeitos colaterais severos para a coletividade.

Um deles é a ausência dos referenciais adquiridos na infância, que pode levar o indivíduo à uma inversão ou a uma dessignificação dos valores vigentes. Um exemplo disto é a confusão existente entre as questões psicológicas e religiosas, éticas e legais, políticas e filosóficas. Disto segue-se que, sendo o agir humano pautado pelo uso de modelos referenciais, pode-se atribuir à crise desses modelos, a degeneração da sociedade.

A crise da família, entendendo-a como instância doadora de significado às relações particulares, contribui para a crise da sociedade como um todo. É notório que hoje, a humanidade acumula mais crises do que soluções. Dessa forma, por exemplo, é que se dá a crise ética e moral que perpassa o país em todos os níveis e segmentos da sociedade.

Não nos damos contas, mas como seres sociais. Temos a necessidade quase fisiológica de influenciar e de ser influenciados. Esse processo de troca é inerente a nossa condição humana.

cubo-surrealista

Nesse sentido, 1) num momento em que se prega, cada vez mais, a libertação do homem e 2) num momento em que as possibilidades de se fazer o que se quer nos são dadas de forma tão múltiplas, escolher torna-se cada vez mais difícil. Disso decorre também, a crise do “Eu”. Pois, como os referenciais individuais devem estar validados por um modelo social, o “Eu” não pode se constituir de forma independente.

Assim, considerando que os modelos expressam padrões instituídos em sociedade e que essas escolhas são assinaladas pela necessidade de rompimento de padrões, porque escolher? E, para quê? (…) Já que estes modelos podem ser traduzidos justamente pela manutenção dos padrões que durante muito tempo tolheram e aprisionaram em nome de verdades estáticas.

As convenções, que se estabelecem como norma tácita do modo de agir em sociedade, estão aí para orientar o agir humano, no entanto, não são garantias para ninguém.

De onde se deduz que o momento em que nos encontramos pode ser traduzido pelo desejo coletivo de abandonar os velhos modelos. Isto é, pela necessidade de fazer algo de efetivo para a emancipação do homem. Pela urgência de enfrentar os preconceitos, as violências cotidianas e às várias formas de intolerância.

Como conclusão temos que, é notória a contradição entre o que desejamos e o que fazemos de fato para transformar a sociedade. E essa contradição, que se coloca como obstáculo para a evolução da sociedade, nos distancia da humanidade que apregoamos. E para piorar, peca principalmente por excluir do seu discurso, um alinhamento geral em favor da vida e pelo respeito a pessoa humana.


2 comentários em “A sociedade contemporânea e a crise comportamental”

  1. Que o Ano Novo 💫 seja a porta de entrada para novos sonhos e também um período de renovação e de muita paz em sua vida. Que 2020 😍 seja leve e cheio de amor. Que possamos fazer diferente e ser a diferença. Feliz 2020🥂🙏🏻

    Curtido por 1 pessoa

Feedback bom e eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.