Equipes #1 -Resumo do Estudo

O surgimento de equipes de trabalho no âmbito das empresas é um assunto bastante relevante para o contexto das organizações do século XXI. Compreender como um grupo de trabalho ganha consistência ao ponto de tornar-se equipe é um fenômeno merecedor de especial atenção. Nesse sentido, da necessidade de se compreender tal fenômeno e da importância que isto tem para a identificação de oportunidades de refinamentos quanto à dinâmica funcional das organizações com vistas ao aprimoramento do papel dos profissionais de RH, decorre a finalidade deste estudo. Pensar sobre a coerência entre a filosofia e a cultura das organizações; relacioná-las com o modo segundo o qual operam para entender sua fisiologia é a proposta desta pesquisa. Dessa forma, baseando-se nos sistemas administrativos de Rensis Likert, será delineado, por meio de estudo de campo, o perfil da empresa estudada com o objetivo de saber quais os traços culturais que marcam, facilitam, dificultam ou, simplesmente, não se aplicam à formação de equipes alinhadas à cultura organizacional. Pretende-se, com isso, apropriar-se de um conhecimento tácito que permita contribuir com alternativas concretas para a questão proposta.

Palavras-chaves: Cultura Organizacional; Trabalho em Equipe; Recursos Humanos.


EQUIPES ## – Estudo – Apresentação

As características mais marcantes da contemporaneidade para todos os profissionais são, possivelmente, 1) a revolução tecnológica que ora vivenciamos e 2) a velocidade da informação. Juntos, esses 2 aspectos deslocam o eixo sobre o qual temos sustentado nossas relações profissionais individual e coletivamente.  Portanto, o momento exige uma postura de atenção e de disposição para assumir responsabilidades na gestão das mudanças. Para tanto, buscar aprender continuamente é a forma mais saudável de lidar com as disrupções. Nesse contexto, colaborar com entendimentos e compartilhar aprendizados é a melhor forma de desenvolver inteligência e de criar condições para agir eficazmente sobre as circunstâncias.

Assim, visando contribuir com entendimentos que informem sobre como a formação de equipes de trabalho alinhadas com a cultura organizacional pode ser um fator de competitividade para as empresas, a partir deste e, pelos próximos 13 posts, apresento o artigo do estudo realizado como requisito para conclusão da Pós-Graduação em Administração de Recursos Humanos, pela Universidade Federal do Ceará-UFC, sob orientação do Professor Dr. Marcos Antônio Martins Lima, cujo título é “A FORMAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES ALINHADAS À CULTURA ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CAMPO REALIZADO NA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO CEARÁ-FIEC”.


Especializado em Administração de Recursos Humanos (UFC, 2011)

Planejar, coordenar, gerir. Essas são palavras-chave no campo administrativo. O curso de Administração de recursos humanos está baseada nos princípios gerais da administração e tem como premissa elementar a gestão do capital humano no âmbito de qualquer organização ou instituição (pública ou privada, com ou sem fins lucrativos), com vistas à concretização de metas preestabelecidas.

O administrador de Recursos Humanos define os objetivos a serem alcançados e faz planejamentos táticos para garantir o bom funcionamento da sua área alinhado com os objetivos gerais das organização. Dessa forma, participa do planejamento estratégico contribuindo para a geração de lucro.

Como requisito para a conclusão do curso, realizou o estudo A FORMAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES ALINHADAS À CULTURA ORGANIZACIONAL: ESTUDO DE CAMPO NO SISTEMA FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DO CEARÁ, que trata da fisiologia das pessoas nas organizações e de como ambas se influenciam mutuamente.