universidade estadual do ceará

Linguagem #16 – Referências Bibliográficas

ALENCAR, Marta Vitória de. Da teoria pictórica aos jogos de linguagem. Revista Discutindo Filosofia, São Paulo, n. 9, ano 2, p. 47-49. BUCHHOLZ, Kai. Compreender Wittgenstein. Tradução de Vilmar Schneider. Petrópolis: Vozes, 2008. (Série Compreender). DENETT, Daniel; MACRONE, Michael. Wittgenstein. Disponível em: <http://www.geocities.com/Athens/4539/o_mundo_consiste_de_fatos.htm&gt;. Acesso em: 20 ago. 2008. FLUSSER, Vilém. […]

Linguagem #15 – CONCLUSÃO

Quando iniciamos este trabalho, delimitamos nosso percurso intelectual no projeto de monografia, sob a forma de sumário. Agora que chegamos ao momento final da pesquisa, é hora de avaliar se nossos objetivos foram atingidos e de que forma o foram. No primeiro capítulo, buscamos realizar uma contextualização da vida e […]

Linguagem #10 – Wittgenstein, o último representante da …

Wittgenstein absorveu influências das mais variadas, como é possível notar na leitura de suas obras. Teve influências de diversos autores, entre os quais destacamos Boltzmann, Hertz, Schopenhauer, Frege, Russell, Kraus, loos, Weininger, Spengler, Sraffa e Moore[1]. Alguns desses, contemporâneos do filósofo em estudo, não receberam maior menção nesta pesquisa, em […]